.

E http://dicasdaantenadaereciclada.blogspot.com/: Com dicas de locais interessantes, compras, decoração, diversão tendo por objetivo a reciclagem, o estar em dia com o que acontece contribuindo para você viver melhor!

.

Related Posts with Thumbnails

sábado, 18 de abril de 2009

2ª PARTE "HIFEN"

Prefixos
Vice

Usa hífen Sempre:
vice-rei, vice-presidente

Não usa hífen
.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Prefixos
Pan, circum

Usa hífen
Quando a palavra seguinte começa com h, m, n ou vogais:
pan-americano, circum-hospitalar

Não usa hífen
Em todos os demais casos:pansexual, circuncisão

SUSTENTABILIDADE.

MUITO SE FALA SOBRE SUSTENTABILIDADE. MAS VOCÊ SABE O QUE É????

Quando criei este blog pensei primeiro no assunto do momento que é a nova ortografia. Porém, como o nome do blog diz “ANTENADA & RECICLADA,” que quer dizer estar sempre ligada nas notícias que rolam pelo mundo e aproveitar o que tem de melhor delas para ira além da causa própria, dividir com os leitores. Porém o nome do blog tem duplo sentido e nos remete a um tema atualíssimo: a sustentabilidade. Mas, não pense que estou dizendo que temos tempo, que as providências são futurísticas e tal. Isso tudo é tema do presente.
Gerar e produzir energia elétrica e térmica simultaneamente a partir de um combustível comum, ou a partir de resíduos deixados pelas atividades industrias.
O homem em sua atividade diária produz muitos resíduos, principalmente lixo doméstico, industriais e da construção civil. Todo esse processo tem um nome que é processo antropogênico.
Ai você pensa assim?
- Ah!!! Mas podemos reciclar esse lixo.
Imagine uma cidade do tamanho de São Paulo, que produz quantidades astronômicas de resíduos e tem somente uma estação cadastrada para reaproveitamento de resíduos da construção civil, além do transporte desse lixo economicamente ser inviável a reciclagem. No trânsito desta cidade, que tem alagamentos em dias de chuvas e em horários de maior numero de veículos nas ruas em um percurso médio de estrada.
Uma indústria de plásticos, por exemplo, produz muitos dejetos agressores de corpos d'água na atmosfera, causando uma perda ambiental muito grande e grave. O governo impôs regulamentações as partir da década de setenta demandam investimentos por parte dessas indústrias a fim de minimizar os danos ocasionados, Porém, o resultado é de encarecimento dos produtos o que causa impactos na economia. O que significa um impacto na economia mundial devido a passivos ambientais causados por indústrias.
Se não nos conscientizarmos o que a geração presente deixará será: solo pobre, atmosfera poluída, falta de água, sem biodiversidade, em suma a biosfera toda alterada e suja.
O incentivo a qualquer atividade que possa gerar renda e que ao mesmo tempo possa conservar o meio-ambiente. Porém, para diminuir os impactos provocados pela ação humana, devem-se criar alternativas menos degradantes como é o caso dos biocombustíveis, lavouras sem agrotóxicos, controle de natalidade, energia eólica entre outros. Este tema é bastante polêmico e tem muito a se debater, pois esbarra em estruturas já criadas e usadas durantes séculos pelos meios de produção.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

TRANSTORNOS ALIMENTARES



OBESIDADE E COMPULSÃO ALIMENTAR
A obesidade, segundo muitos profissionais da área da saúde, é o resultado da combinação de fatores genéticos e ambientais, ou seja, "é uma condição médica geral, decorrente de multifatores causais, caracterizada, do ponto de vista psicopatológico, como uma identificação de atitudes não saudáveis na pessoa que hipervaloriza o alimento, levando-a ao sofrimento psicológico" ( Barros, 1994).
Adultos obesos, que já tiveram histórico de obesidade em suas infâncias, muitas vezes, apresentam o que é chamado de Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica(TCAP), onde, o indivíduo ingere, sem controle, grandes quantidades de alimento, sentindo posteriormente, grande culpa por esse ataque.
Alguns autores observaram certas características próprias de obesos com esse diagnóstico associado:

Obesidade nas fases iniciais da infância

Precoce envolvimento em programas de dietas

Maior frequência de restrição alimentar e do distúrbio da imagem corporal

Sintomatologia depressiva mais evidente

Maior preocupação com comida, levando a grandes oscilações do peso corporal no decorrer da vida e a uma maior prevalência de transtornos psiquiátricos
Normalmente, a ansiedade e o estresse, são as principais causas encontradas, onde o comer compulsivo não é provocado por fome ou prazer, se tornando, muitas vezes, um mecanismo de defesa que evita sentimentos de solidão, fracasso e abandono.
O tratamento nesses casos, deve ser multiprofissional, envolvendo médicos, psicólogos, nutricionistas, onde o indivíduo, para emagrecer e permanecer magro deve mudar seu comportamento alimentar, reeducando seus hábitos, identificando e desvinculando a ansiedade do comportamento alimentar.
Segundo certos autores, existem algumas características de personalidade que dificultam o tratamento:

Impaciência

Intolerância à frustração

Rigidez com resistência à mudança

Perfeccionismo acompanhado de decepção por não conseguir como quer e quando quer

Dificuldades em pedir e receber ajuda profissional
Conforme dados tirados da revista ISTO É (outubro/2000), existem 40 milhões de obesos no Brasil, dos quais 1,5 milhão são crianças (Revista VEJA,1998), onde 25% da população infanto-juvenil pesa mais que o ideal.
Portanto, lembrando que grande parte das crianças obesas se tornarão adultos obesos, fica um alerta principalmente aos pais: a prevenção é fundamental.
Para isto, aqui vão algumas dicas:

Fique atento no comportamento de sua criança

Observe suas reações(da criança) diante de determinadas situações

Ajude-a sempre a identificar e nomear seus sentimentos, notando o que a leva à comida

Oriente-a para que mastigue bastante o alimento e sinta o seu sabor

Jamais use a comida como forma de gratificação ou castigo

Procure ajudá-la em sua dieta não oferecendo muitos doces ou frituras

Incentive, desde cedo, a prática de esportes


Acima de tudo, seja um bom exemplo para seus filhos, mostrando que você é o primeiro a adquirir hábitos saudáveis
Fonte: Dª. Isabela D. Bergamini

segunda-feira, 13 de abril de 2009

VAMOS RECICLAR

Descubra se você está fazendo a sua parte para despejar cada vez menos lixo na natureza
- A A +
Por Bruna MenegueçoRevista Ana Maria - 29/06/2007
A preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Uma das mais importantes é a reciclagem do lixo. O motivo é simples de entender.
Nos dias de hoje, quem vive em áreas urbanas produz, em média, 1 quilo de lixo por ano. Aí se incluem materiais que são tirados da natureza, como papéis, plástico, vidro e alumínio, e podem muito bem ser reaproveitados - em vez de serem simplesmente jogados em aterros sanitários e se transformar em poluição.
Para contribuir nesse sentido, ANA MARIA preparou um guia para você não perder mais tempo e começar a reciclar já!
4 DÚVIDAS COMUNS
1. O lixo reciclável deve sempre estar seco e limpo:
PAPÉIS: todos os tipos são recicláveis, inclusive caixas do tipo longa-vida e de papelão. Não recicle papel com material orgânico, como caixas de pizza cheias de gordura, pontas de cigarro, fitas adesivas, fotografias, papéis sanitários e papel-carbono.
PLÁSTICOS: 90% do lixo produzido no mundo é composto de plástico. Por isso, esse material merece uma atenção especial. Recicle sacos de supermercados, garrafas de refrigerante (pet), tampinhas e até brinquedos quebrados.
VIDROS: quando limpos e secos, todos são recicláveis, exceto lâmpadas, cristais, espelhos, vidros de automóveis ou temperados, cerâmica e porcelana.
METAIS: além de todos os tipos de latas de alumínio, é possível reciclar tampinhas,pregos e parafusos. Atenção: clipes, grampos, canos e esponjas de aço devem ficar de fora.
2. E o isopor?
Ao contrário do que muita gente pensa, o isopor é reciclável. No entanto, esse processo não é economicamente viável. Por isso, é importante usar o isopor de diversas formas e evitar ao máximo o seu desperdício. Quando tiver que jogar fora, coloque na lata de plásticos. Algumas empresas transformam em matéria-prima para blocos de construção civil.
3. Como separar o lixo doméstico?
Primeiro de tudo: não misture o lixo reciclável com material orgânico, como sobras de alimentos e cascas de frutas e legumes. Coloque o lixo em sacos separados para plásticos, vidros, metais e papéis. ATENÇÃO: lave bem as embalagens, como latas, garrafas e frascos de vidro. Deixe tudo bem sequinho antes de embalar.
Os papéis podem ser dobrados, mas não amassados. Os vidros, metais com pontas e outros materiais cortantes devem ser embrulhados em papel grosso (como papelão) ou colocados em uma caixa para evitar acidentes. Não misture garrafas ou frascos com vidros planos.
4. Como implantar a coleta seletiva no seu prédio?
A ONG Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre) ensina o que você deve fazer. Primeiro de tudo, peça ajuda a voluntários e monte uma equipe. Vocês devem procurar informações sobre a reciclagem, tipos de depósitos, o treinamento dos funcionários, a melhor forma de divulgação com os moradores etc.
De acordo com a aceitação dos outros condôminos, a equipe deve decidir se cada morador levará seu lixo até as lixeiras ou haverá coleta interna em cada apartamento. Depois, é preciso decidir um lugar para armazenar o lixo enquanto espera pela coleta da prefeitura ou dos catadores.
CURIOSIDADES
- A reciclagem de uma única lata de alumínio economiza energia suficiente para manter uma TV ligada por 3 horas.
- Mais de 160 mil pessoas vivem no Brasil exclusivamente de coletar latas de alumínio e recebem em média 2 salários mínimos por mês, segundo a Associação Brasileira de Alumínio.
- O lacre da latinha não vale mais e não deve ser vendido separadamente. As empresas reciclam a lata com ou sem o lacre. Isso porque o anel é pequeno e pode se perder durante o transporte.
- Para produzir 1 tonelada de papel é preciso 100 mil litros de água e 5 mil kW de energia. Para produzir a mesma quantidade de papel reciclado, são usados apenas 2 mil litros de água e 50% da energia.
- Cada 100 toneladas de plástico economizam 1 tonelada de petróleo.
- O vidro pode ser infinitamente reciclado.
A preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Uma das mais importantes é a reciclagem do lixo. O motivo é simples de entender.
Nos dias de hoje, quem vive em áreas urbanas produz, em média, 1 quilo de lixo por ano. Aí se incluem materiais que são tirados da natureza, como papéis, plástico, vidro ealumínio, e podem muito bem ser reaproveitados - em vez de serem simplesmente jogados em aterros sanitários e se transformar em poluição.

domingo, 12 de abril de 2009

Quepasa chega ao Brasil

Site tem como principal atração a comunidade do médico Robert Rey, o Dr. Hollywood
Paula Ganem


09/04/2009 - 18:17

O Brasil é um dos países com maior número de frequentadores de redes sociais. De olho nesse público, o site Quepasa, que está nos Estados Unidos e no México desde 2006, acaba de aportar por aqui. No endereço virtual, as pessoas podem se agrupar por estilos e interesses em 3.500 comunidades. Para se adaptar às características do mercado local, o Quepasa ganhou layout próprio, tradução para o português e foi mais direcionado para o entretenimento. Segundo o diretor do projeto no País, Paulo Maia, o objetivo é promover o cross marketing através de atividades interativas. "A intenção é formar uma microeconomia: os internautas acumulam pontos por aquilo que que assistem ou fazem no endereço virtual. Com esses pontos, eles podem ganhar produtos, participar de promoções, etc." Uma das grandes atrações do Quepasa é a comunidade do Dr. Robert Rey, o cirurgião plástico da série Dr. 90210 (que passa no canal E!), que também pode ser vista na Rede TV! (com o nome de Dr. Hollywood). Segundo o médico, em sua comunidade ele espera atender às demandas com o público brasileiro. "Recebo milhares de cartas e e-mails todos os dias. Agora vou poder responder às perguntas que essas mulheres e homens não conseguem fazer nem ao próprio médico", diz.


Fonte: site Meio & Mensagem http://www.meioemensagem.com.br/novomm/br/Conteudo/?Quepasa_chega_ao_Brasil

Hífen

Prefixos:

Agro, ante, anti, arqui, auto, contra, extra, infra, intra, macro,
mega, micro, maxi, mini, semi, sobre, supra, tele, ultra...

Usa-se hífen quando a palavra seguinte começa com h ou com vogal igual à última
do prefixo:
auto-hipnose, auto-observação, anti-herói, anti-imperalista, micro-ondas, mini-hotel...

Não usa hífen em todos os demais casos:
autorretrato, autossustentável, autoanálise,autocontrole, antirracista, antissocial,
antivírus, minidicionário, minissaia,minirreforma, ultrassom

Prefixos:

Hiper, inter, super


Usa-se hífen quando a palavra seguinte começa com h ou com r:
super-homem, inter-regional...

Não usa hífen em todos os demais casos:
hiperinflação, supersônico...