.

E http://dicasdaantenadaereciclada.blogspot.com/: Com dicas de locais interessantes, compras, decoração, diversão tendo por objetivo a reciclagem, o estar em dia com o que acontece contribuindo para você viver melhor!

.

Related Posts with Thumbnails

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O que é poluição:

Causas e consequências:

As causas apontadas pelos cientistas para justificar este fenômeno
podem ser naturais ou provocadas pelo homem. Contudo, cada vez mais
as pesquisas nesta área apontam o homem como o principal responsável.

Fatores como a grande concentração de agentes poluente na atmosfera
contribui para um aumento bastante significativo do efeito estufa.

No efeito estufa a radiação solar é normalmente devolvida pela Terra
ao espaço em forma de radiação de calor, contudo, parte dela é
absorvida pela atmosfera, e esta, envia quase o dobro da energia
retida à superfície terrestre. Este efeito é o responsável pelas
formas de vida de nosso planeta. Entretanto, os agentes poluentes
presentes na atmosfera o intensificam ocasionando um aumento de
temperatura bem acima do “normal”.

O fator que evidenciou este aquecimento foi à investigação das medidas
de temperatura em todo o planeta desde 1860. Alguns estudos mostram
ser possível que a variação em irradiação solar tenha contribuído
significativamente para o aquecimento global ocorrido entre 1900 e
2000.

Dados recebidos de satélite indicam uma diminuição de 10% em áreas
cobertas por neve desde os anos 60. A região da cobertura de gelo no
hemisfério norte na primavera e verão também diminuiu em cerca de
10% a 15% desde 1950.

Estudos recentes mostraram que a maior intensidade das tempestades
ocorridas estava relacionada com o aumento da temperatura da superfície
da faixa tropical do Atlântico. Esses fatores foram responsáveis, em
grande parte, pela violenta temporada de furações registrada nos
Estados Unidos, México e países do Caribe.

Curiosidade:

O Protocolo de Kyoto visa a redução da emissão de gases que promovem
o aumento do efeito estufa.
(O Protocolo de Kyoto é um instrumento internacional, ratificado em 15
de março de 1998, que visa reduzir as emissões de gases poluentes.
Estes, são responsáveis pelo efeito estufa e o aquecimento global. O
Protocolo de Kyoto entrou oficialmente em vigor no dia 16 de fevereiro
de 2005, após ter sido discutido e negociado em 1997, na cidade de
Kyoto (Japão).Objetivos e Informações: No documento, há um cronograma
em que os países são obrigados a reduzir, em 5,2%, a emissão de gases
poluentes, entre os anos de 2008 e 2012 (primeira fase do acordo). Os
gases citados no acordo são: dióxido de carbono, gás metano, óxido
nitroso, hidrocarbonetos fluorados, hidrocarbonetos perfluorados e
hexafluoreto de enxofre. Estes últimos três são eliminados
principalmente por indústrias.


O efeito estufa (português brasileiro) ou efeito de estufa (português
europeu)é um processo que ocorre quando uma parte da radiação solar
refletida pela superfície terrestre é absorvida por determinados gases
presentes na atmosfera. Como consequência disso, o calor fica retido,
não sendo libertado para o espaço. O efeito estufa dentro de uma
determinada faixa é de vital importância pois, sem ele, a vida como a
conhecemos não poderia existir.

O que se pode tornar catastrófico é a ocorrência de um agravamento do
efeito estufa que destabilize o equilíbrio energético no planeta e
origine um fenómeno conhecido como aquecimento global.

Fontes: http://www.suapesquisa.com/
http://pt.wikipedia.org/
http://www.mundosites.net/biologia/


Os links do Google tem sempre uma novidade. Clique.
Não deixe de solicitar informações sobre nossa apostila "ASSISTENTE DE DIRETORIA"
alinemarc@ymail.com

Dicas - 100 erros mais comuns


PARTE 3/5

1. Ele foi um dos que "chegou" antes. Um dos que faz a concordância no plural: Ele foi um dos que chegaram antes (dos que chegaram antes, ele foi um). / Era um dos que sempre vibravam com a vitória.
2. "Cerca de 18" pessoas o saudaram. Cerca de indica arredondamento e não pode aparecer com números exatos: Cerca de 20 pessoas o saudaram.
3. Ministro nega que "é" negligente. Negar que introduz subjuntivo, assim como embora e talvez: Ministro nega que seja negligente. / O jogador negou que tivesse cometido a falta. / Ele talvez o convide para a festa. / Embora tente negar, vai deixar a empresa.
4. Tinha "chego" atrasado. "Chego" não existe. O certo: Tinha chegado atrasado.
5. Tons "pastéis" predominam. Nome de cor, quando expresso por substantivo, não varia: Tons pastel, blusas rosa, gravatas cinza, camisas creme. No caso de adjetivo, o plural é o normal: Ternos azuis, canetas pretas, fitas amarelas.
6. Lute pelo "meio-ambiente". Meio ambiente não tem hífen, nem hora extra, ponto de vista, mala direta, pronta entrega, etc. O sinal aparece, porém, em mão-de-obra, matéria-prima, infra-estrutura, primeira-dama, vale-refeição, meio-de-campo, etc.
7. Queria namorar "com" o colega. O com não existe: Queria namorar o colega.
8. O processo deu entrada "junto ao" STF. Processo dá entrada no STF. Igualmente: O jogador foi contratado do (e não "junto ao") Guarani. / Cresceu muito o prestígio do jornal entre os (e não "junto aos") leitores. / Era grande a sua dívida com o (e não "junto ao") banco. / A reclamação foi apresentada ao (e não "junto ao") Procon.
9. As pessoas "esperavam-o". Quando o verbo termina em m, ão ou õe, os pronomes o, a, os e as tomam a forma no, na, nos e nas: As pessoas esperavam-no. / Dão-nos, convidam-na, põe-nos, impõem-nos.
10. Vocês "fariam-lhe" um favor? Não se usa pronome átono (me, te, se, lhe, nos, vos, lhes) depois de futuro do presente, futuro do pretérito (antigo condicional) ou particípio. Assim: Vocês lhe fariam (ou far-lhe-iam) um favor? / Ele se imporá pelos conhecimentos (e nunca "imporá-se"). / Os amigos nos darão (e não "darão-nos") um presente. / Tendo-me formado (e nunca tendo "formado-me").
11. Chegou "a" duas horas e partirá daqui "há" cinco minutos. Há indica passado e equivale a faz, enquanto a exprime distância ou tempo futuro (não pode ser substituído por faz): Chegou há (faz) duas horas e partirá daqui a (tempo futuro) cinco minutos. / O atirador estava a (distância) pouco menos de 12 metros. / Ele partiu há (faz) pouco menos de dez dias.
12. Blusa "em" seda. Usa-se de, e não em, para definir o material de que alguma coisa é feita: Blusa de seda, casa de alvenaria, medalha de prata, estátua de madeira.
13. A artista "deu à luz a" gêmeos. A expressão é dar à luz, apenas: A artista deu à luz quíntuplos. Também é errado dizer: Deu "a luz a" gêmeos.
14. Estávamos "em" quatro à mesa. O em não existe: Estávamos quatro à mesa. / Éramos seis. / Ficamos cinco na sala.
15. Sentou "na" mesa para comer. Sentar-se (ou sentar) em é sentar-se em cima de. Veja o certo: Sentou-se à mesa para comer. / Sentou ao piano, à máquina, ao computador.
16. Ficou contente "por causa que" ninguém se feriu. Embora popular, a locução não existe. Use porque: Ficou contente porque ninguém se feriu.
17. O time empatou "em" 2 a 2. A preposição é por: O time empatou por 2 a 2. Repare que ele ganha por e perde por. Da mesma forma: empate por.
18. À medida "em" que a epidemia se espalhava... O certo é: À medida que a epidemia se espalhava... Existe ainda na medida em que (tendo em vista que): É preciso cumprir as leis, na medida em que elas existem.
19. Não queria que "receiassem" a sua companhia. O i não existe: Não queria que receassem a sua companhia. Da mesma forma: passeemos, enfearam, ceaste, receeis (só existe i quando o acento cai no e que precede a terminação ear: receiem, passeias, enfeiam).
20. Eles "tem" razão. No plural, têm é assim, com acento. Tem é a forma do singular. O mesmo ocorre com vem e vêm e põe e põem: Ele tem, eles têm; ele vem, eles vêm; ele põe, eles põem.
21. A moça estava ali "há" muito tempo. Haver concorda com estava. Portanto: A moça estava ali havia (fazia) muito tempo. / Ele doara sangue ao filho havia (fazia) poucos meses. / Estava sem dormir havia (fazia) três meses. (O havia se impõe quando o verbo está no imperfeito e no mais-que-perfeito do indicativo.)

Os links do Google tem sempre uma novidade. Clique.
Não deixe de solicitar informações sobre nossa apostila "ASSISTENTE DE DIRETORIA"
alinemarc@ymail.com