.

E http://dicasdaantenadaereciclada.blogspot.com/: Com dicas de locais interessantes, compras, decoração, diversão tendo por objetivo a reciclagem, o estar em dia com o que acontece contribuindo para você viver melhor!

.

Related Posts with Thumbnails

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O Homem X Seu lixo!!!

O HOMEM E O LIXO

Quando se fala em reciclagem pensamos logo em papel, garrafa pet e outras coisas materiais, porém a partir dessa reportagem podemos ver que reciclar vai além de coisas materiais.
Chegamos à conclusão que não adianta movimentos revolucionários e aglomerações de multidões, muito menos revolta contra a humanidade que deixou chegar a esse ponto, basta que façamos a nossa parte, pois se eu fizer a minha em breve todos estarão fazendo a sua e aí será um todo.
Alguns dizem: - eu não moro no pólo norte, se o urso tá morrendo afogado lá é uma pena, mas eu to aqui.
Vou te contar um segredo: o desgelo no pólo norte é também o causador das enchentes no sul, o calor de 40 graus que está fazendo no Rio de Janeiro em plena prima vera é o mesmo calor que está fazendo no pólo norte e que está causando o desequilíbrio que estamos vendo.
Galera! Faço um apelo, ainda há tempo, vamos fazer o que nos cabe?
O mínimo que faço em minha casa é o óleo que utilizo pra fritar meus alimentos coloco em garrafas pet e chamo o disque óleo pra recolher evitando assim que seja jogado no ralo da pia e assim vá direto pros rios e ainda de quebra reaproveito a garrafa pet numa forma alternativa de reciclar. O jornal já lido entrego em uma oficina de pintura de carros, pois eles gastam muitos jornais além de sempre procurar uma caçamba de lixo quando estou na rua pra não deixar ali o lixo produzido por mim.

O que está acontecendo comigo e com você é um problema nosso!!!

Vejam este vídeo da séria (O HOMEM E O LIXO), produzido pela Record, muito bom!

http://videos.r7.com/saiba-mais-sobre-a-reciclagem-de-alimentos/idmedia/34ba79eb5a0521c44f96195f8a756f9d.html

Os links do Google tem sempre uma novidade. Clique.
Não deixe de solicitar informações sobre nossa apostila "ASSISTENTE DE DIRETORIA"
alinemarc@ymail.com

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Imposto continua mais baixo apenas para eletrodomésticos que gastam menos energia


O governo abriu novas perspectivas para estimular o investimento em eficiência energética. Segundo o ministro da fazenda Guido Mantega, quanto maior for a economia na energia, maior será o desconto em tributos.


Esta é a segunda prorrogação na redução do IPI desde abril. Mas esta é apenas para produtos da linha branca - geladeiras, fogões, máquinas de lavar e tanquinhos - de maior eficiência energética. São aquelas que tem a letra "A" na etiqueta do Inmetro. A redução continuará até dia 31 de janeiro de 2010.


De acordo com Marco Antônio Saidel, professor do grupo de estudos de energia da Escola Politécnica da USP, ainda é cedo para ver o resultado, mas estima que haverá uma economia anual de 35 GWH por ano, o suficiente de energia para alimentar 20 mil residências médias brasileiras no mesmo período.


Curiosidades:



  • As geladeiras ficam ligadas o tempo todo e estão entre o aparelhos domésticos que mais gastam energia, são responsáveis por 21% do consumo doméstico. Uma geladeira com a etiqueta "A" pode consumir metade da energia consumida pela geladeira antiga. (Fonte Jornal Nacional)

  • Ao diminuir o tempo do banho de 12 para 6 minutos, foi economizado o suficiente para manter uma lâmpada acesa por 7 horas.

  • Evite guardar líquidos nem alimentos ainda quentes na geladeira, pois o motor vai ter de trabalhar mais para mantê-los frio e consomem mais energia.

  • Não desligue aparelhos somente no controle remoto (deixando no stand-by). O Stand-by é responsável por até 25% do consumo de energia dos equipamentos eletro-eletrônicos.

  • Utilize as lâmpadas fluorescentes. Elas economizam até 80% da energia em relação a lâmpada comum e duram até 13 vezes mais.

  • Economize água e energia lavando, de uma só vez, a quantidade máxima de roupa indicada pelo fabricante do aquipamento.

  • Ao passar a roupa acumule uma quantidade razoável de peças e passe tudo de uma vez só, esquentando o ferro de uma única vez. Comece pelas roupas delicadas que precisem de menos calor. No final, quando desligar o ferro, aproveite o calor para passar algumas roupas mais leves.


Fonte: Instituto Akatu, pelo consumo consciente/ Portal da Sustentabilidade